Waze, como a polícia pode evitar o mal uso do App, sem penalizar os usuários

16 de abril de 2013

Waze, para quem ainda não conhece, é um simpático App para Android e iPhone que cumpre a árdua tarefa de ser um Navegador GPS Social. E ao contrário de outros programas que forçam a barra para levar a etiqueta “social” na descrição, o Waze é extremamente competente nesta área, além de ser um ótimo Navegador (ou ele não faria sentido).

Screenshot_2013-04-16-14-33-34Screenshot_2013-04-16-14-34-49Screenshot_2013-04-16-14-36-08
Waze, um APP bacana que faz muito sucesso, só que com o público errado!

Junto aos comandos comuns de qualquer navegador GPS, o Waze possui uma área exclusiva para as conexões sociais, com botões grandes e opções fáceis que podem ser ativadas com um toque.
Assim, os usuários podem alertar os outros rapidamente sobre trânsito lento, acidentes, perigos na estrada, alterações climáticas e principalmente blitz! E é justamente esta parte das blitz vem causando um enorme burburinho na mídia e na polícia esta semana.

Leia o resto deste post »


Viciado em Big Brother. Mas não aquele…

22 de março de 2010

Não aquele lixo televisivo exibido pela Globo, que mesmo fazendo um esforço hercúleo para não acompanhar, acaba invadindo meu centro de captação de informações (vulgo zóio+zoreia), através de todo tipo de mídia como jornal, rádio e logicamente a TV.

Sempre que vejo uma informação qualquer sobre o tal programeco mudo de canal, de estação, de página, de universo, etc... Mas não tem como, acabo tendo que admitir que sei o nome de pelo menos uns três participantes, acredito que são os que vem fazendo mais sucesso devido provavelmente a algum tipo de comportamento idiota.

Leia o resto deste post »


Patetas do trânsito

11 de dezembro de 2009

Hoje mais cedo fui surpreendido por um maldito motorista brincado de carro nas ruas do meu bairro. Numa total falta de respeito pela vida (dele inclusive) o otário quase causou um sério acidente envolvendo dois carros e eu, simplesmente porque deveria estar com pressa.

Pude passar ao lado dele e constatar infelizmente que se tratava de alguém de minha convivência, um amigo de um dos meus cunhados que sempre se encontra conosco nos churrasquinhos de fim de semana promovidos na casa de minha sogra.

O que mais me chama a atenção é que o cara é muito gente boa, e certamente seu comportamento atrás do volante não condiz com suas atitudes nos momentos em que me encontrei com ele anteriormente.

Este incidente me fez lembrar de um antigo filme do Pateta, aquele personagem do Walt Disney meio homem e meio cachorro onde ele interpreta como é o comportamento de um motorista dentro e fora do carro. Um clássico que envelheceu muito bem, continuando 100% atual nos dias de hoje infelizmente.

Confiram:


%d blogueiros gostam disto: