Palm Beach? Não! Palm Bitch!

12 de março de 2011

É sério, estou de volta ao mundo Palm… mas calma que eu explico. Tenho um aparelho Windows Mobile onde uso meu SIM Card comercial, de forma que nos fins de semana e a noite, posso usar meu Milestone tranquilamente sem a preocupação de meus cliente me encontrarem.
Além disso ele tem uma vantagem que é a gravação telefônica automática, que como eu explico aqui, é fundamental para mim já que minha memória é um lixo.

O aparelho WM que uso atualmente é um HTC S621 (Dash), que comprei já a mais de três anos. Antes até do que o TyTN II, mas apesar de velho ele funciona(va) muito bem até ontem.
Acontece que o teclado dele simplesmente parou de funcionar direito. Digitar nele agora só espancando com um lápis.

Sendo assim, precisei dar um jeito de comprar um novo aparelho, mas tinha que ser nas mesmas condições, Windows Mobile, gravação telefônica e com teclado físico frontal. Comprar outro Dash, seria uma boa, já que ele é muito barato. Mas o processador de 200Mhz desanima de gastar qualquer coisa a mais que R$ 0,001.

Leia o resto deste post »


Uma vez comigo, para sempre com mais ninguém

1 de março de 2009

Eu juro, uma vez um namorado da minha irmã escreveu para ela uma música com o título “Uma vez comigo, para sempre com mais ninguém”.

Foi motivo de chacota por anos a fio, mas breguices a parte, é uma situação bem recorrente na minha vida. Uma vez que tenha estabelecido uma relação de confiança com determinada marca dificilmente consigo mudar. É uma característica minha claro, mas algumas vezes a qualidade ou funcionalidade dispensada num produto acaba por nos conquistar de tal forma que é mesmo difícil trocar por outra marca ou modelo ainda que mais novo.

Um destes casos é a Palm, antiga fabricante de Handhelds e Smartphones e meu primeiro contato com este mundo.

Leia o resto deste post »


%d blogueiros gostam disto: