Cinco minutos de terror

11 de maio de 2010

É fatal, todas as vezes que saio de casa e faço um serviço com o qual não ganho nada, acontece alguma coisa na seqüência que irá arruinar com meu dia/mês. É como se fosse um castigo por ter feito uma boa ação.

Como por exemplo no dia em que doei uma placa mãe novinha para o computador de um convento, e todos os computadores de um mesmo escritório pifaram por causa de uma descarga elétrica. Fiquei a noite toda por conta.
Também teve o dia em que por consideração a um cliente não cobrei pelo serviço, e ao voltar para casa cheio de júbilo escorreguei com a moto num amontoado de lixo na rua tomando o maior tombão.
Foram várias as vezes…

Bom, outro dia estava eu atendendo a um chamado num bairro cabuloso (onde só vou por caridade mesmo) quando percebo que iria chover, e forte. Pedi desculpas ao pessoal jurando voltar no dia seguinte e vazei, pois me lembrei claramente de ter visto a placa “Lugar sujeito a inundações em períodos de chuva forte” quando estava chegando.

Continue lendo »


%d blogueiros gostam disto: