11/11/11–11:11h

11 de novembro de 2011

ragecomic


A Galinha no Armário, um pequeno comentário sobre o massacre de Realengo

9 de abril de 2011

No ótimo filme “O Homem que copiava”, o personagem vivido por Lázaro Ramos bola um plano maluco para matar o pai tarado de sua namorada. Além de um dispositivo que envolve uma geladeira, uma lâmpada e um bojão de gás, o plano também conta com uma pobre galinha presa dentro do armário da cozinha e que teoricamente deverá ser usada para distrair a atenção da polícia, e da mídia quando o assassinato for descoberto.

Apesar de maluco, o plano tem sua genialidade. Usar a banalidade da mídia a seu favor, pois ele sabe que para a mídia, mais importante que um pai de família morto em uma explosão (ninguém sabe que ele é tarado), é o fato da galinha presa no armário ter sobrevivido.

E hoje, lendo mais uma vez as notícias sobre o massacre em Realengo, penso se está em algum manual de jornalismo, usar de qualquer artifício para esticar ao máximo possível um determinado assunto, ainda que seja banalizando-o ao máximo possível também.

Continue lendo »


Quando bate o coração!

1 de janeiro de 2010

145.000.000,00 é dinheiro pra caramba! Mudaria completamente a vida de qualquer pessoa. QUALQUER UMA!
Mesmo fulanos riquíssimos ficariam mais felizes recebendo tamanha quantia. Embora eu não jogue nunca fiquei pensando que tipo de reação teria se ganhasse este dinheiro… gritaria? Iria ter uma crise de riso ou de choro? Escreveria aqui no blog? 😀

Bom tem coisas muito mais simples que nos fazem ter a exata dimensão de como é ganhar um prêmio destes assim na loteria. Como por exemplo escutar o coraçãozinho do seu filho pela primeira vez. É inesquecível!

Que loteria que nada! Já saí de 2009 muito mais rico!

Feliz 2010 para todo mundo!


%d blogueiros gostam disto: