Final Fantasy VII para PC – A forma mais descarada de tomar o seu dinheiro

15 de agosto de 2012

É uma vergonha! Este “relançamento” de Final Fantasy VII para PC nada mais é que uma forma covarde e vergonhosa que a Square arrumou para arrancar uns trocados dos otários que iremos comprar o jogo.
Você pode pensar: – Poutz… custa apenas $ 9.99! Mas minha gente, este jogo tem 15 anos! Quinze! E a Square não mudou absolutamente nada nele! As tais conquistas vou fingir que nem existem né.

ffvii

Eu nem sei se é preguiça, ou se a empresa anda mal das pernas, mas se eles acham que vou dar meu dinheiro pra eles fácil assim, estão muito enganados. Primeiro vou xingar muito no Twitter (podem olhar ai na barrinha do lado), e depois vou comprar pois querendo ou não o jogo é bom. Mas estou revoltado e que fique registrado aqui.

Square fail!

ffacepalm


Windows 8 RTM disponível para Download

15 de agosto de 2012

Já está disponível para o público em geral, a mais nova versão do Windows Vista 2012… não desculpem, quis dizer Windows 8!
Infelizmente para os não assinantes do MSDN só está disponível o a versão Enterprise, mas pelo menos a fonte é a própria Microsoft, e ele irá funcionar corretamente por 90 dias, assim você não se arrisca naquele torrent suspeito.

Acabei o Download agora, mas só vou testar mais tarde, e então volto depois para dar minhas impressões. Confesso que fiquei meio afastado deste lançamento, pois não acredito no sucesso dele. Conforme brinquei no início do texto, acho que o Windows 8 será problemático e mal falado como foi o Vista e o ME que também trouxeram inovações estranhas. Nem de longe eu vejo as tias dos escritórios usando o quadradinhos do Metro Modern e achando fofo. Vão chiar na cabeça do papai aqui e pedir para voltar para o XP de novo, haja saco. A salvação será um hacker iluminado arrumar uma forma de retornar com o Menu Iniciar e desativar o Metro Modern, mas pelo que andei lendo a Microsoft está cercando de todos os lados.

Enfim, baixem aqui. É preciso ter uma conta do Hotmail/Outlook e responder algumas perguntas. E sim, tem em PT-BR.

Só um aviso… tá leeeeento demais o link.


A Galinha no Armário, um pequeno comentário sobre o massacre de Realengo

9 de abril de 2011

No ótimo filme “O Homem que copiava”, o personagem vivido por Lázaro Ramos bola um plano maluco para matar o pai tarado de sua namorada. Além de um dispositivo que envolve uma geladeira, uma lâmpada e um bojão de gás, o plano também conta com uma pobre galinha presa dentro do armário da cozinha e que teoricamente deverá ser usada para distrair a atenção da polícia, e da mídia quando o assassinato for descoberto.

Apesar de maluco, o plano tem sua genialidade. Usar a banalidade da mídia a seu favor, pois ele sabe que para a mídia, mais importante que um pai de família morto em uma explosão (ninguém sabe que ele é tarado), é o fato da galinha presa no armário ter sobrevivido.

E hoje, lendo mais uma vez as notícias sobre o massacre em Realengo, penso se está em algum manual de jornalismo, usar de qualquer artifício para esticar ao máximo possível um determinado assunto, ainda que seja banalizando-o ao máximo possível também.

Leia o resto deste post »


CES 2011– Uma enxurrada de tabuinhas

7 de janeiro de 2011

xoomJá se foi o ano velho e mais sete dias de janeiro. O tempo está passando rápido.
E eu ainda estou meio sem assunto pois trabalhei muito estes dias, esgotando um pouco mais do meu carcomido cérebro.

Porém não posso deixar passar em branco a tecnológica CES 2011, se existir um paraíso nerd no céu, será exatamente como é lá em Las Vegas. A CES mostra mais que o seu futuro, ela mostra o futuro do seu bolso, ou para onde irá nos próximos meses o seu rico dinheirinho.
Um lida rápida nas notícias de hoje e já descobri pelo menos dois aparelhos que “terei” que comprar, o novo Motorola Atrix, e o queridinho da imprensa hoje, o Motorola Xoom (como se pronuncia isto? zoom?) (yes im a bitch, vou comprar um motorola de novo). Ainda bem que não comprei um SmartQ de natal pra mim!

Mas cá pra nós, acho que as empresas estão indo um pouco longe demais nos lançamentos. Só a ASUS mostrou quatro modelos de tablets, com características que poderiam muito bem ser condensadas em dois modelos apenas. Logo o mercado vai ter tantos modelos de tablets quanto de celulares.
É bom por um lado pois você terá mais escolhas, mas ruim por outro, pois a fragmentação compromete a dedicação.

Leia o resto deste post »


Quanto você gasta com apps para Smartphone?

13 de dezembro de 2010

android-marketEu sempre venho batendo na mesma tecla de que, é muita pãoduragem piratear deixar de comprar aplicativos pagos para Smartphones, já que salvo algumas exceções eles custam uma ninharia.
A maioria está na casa dos centavos a poucos dólares, bem menos do que os parrudos aplicativos para WINDOWS, MAC ou LINUX.

Mas tem aquele ditado fatal que diz: “De grão em grão a galinha enche o papo”. E de centavos em centavos a Google enche as tufas de dinheiro. E a Apple também diga-se de passagem.

Leia o resto deste post »


Twilight Princess – Rejogando

26 de abril de 2010

Estou a duas semanas rejogando The Legend of Zelda: Twilight Princess em todos os meus segundos de folga, por isto estou sumido. Quero ver se a primeira impressão que tive foi verdadeira, quando achei que o jogo era muito parecido com Ocarina of Time. Já terminei a parte principal e agora estou nos extras. Vou jogar mais uma semana e depois retorno ao blog.

A propósito, estou jogando com o emulador “Dolphin” que ficou muito bom. Logicamente a experiência de jogar no Wii é devastadoramente melhor mas eu “tinha” que experimentar. =)

Em breve notícias. Nos vemos em Hyrule.


Undercover Boss: Lobo em pele de cordeiro

23 de março de 2010

Tenho acompanhado nas últimas semanas um interessante seriado americano chamado Undercover Boss.
A premissa é simples embora genial. A cada semana o dono ou presidente de uma grande companhia americana, desce do alto de sua vassoura e se disfarça de empregado em sua própria empresa, tendo assim a oportunidade de descobrir e tentar resolver problemas que somente podem ser percebidos por quem está ali com a mão na massa, mas que foram causados por decisões dele e de seus conselheiros no ato de suas administrações.

O programa faz uma crítica (rasa geralmente) sobre como os presidentes das empresas estão afastados da realidade de seus empregados, tomando decisões onde o único objetivo é a contensão de custos para o aumento do lucro. Sem levar em conta os efeitos colaterais que irão repercutir de forma muitas vezes desumana na vida das pessoas que carregam a empresa nas costas.

Leia o resto deste post »


%d blogueiros gostam disto: