One Last Thing

Parece um filme, ou uma brincadeira sem graça de 1° de abril. Mas morreu hoje a tarde, um dos homens mais revolucionários do planeta, Steve Jobs.
Um dia após o lançamento da mais nova versão de seu produto mais bem sucedido, o iPhone.
Ainda ontem, muitos foram os que sentiram falta de sua energia na keynote da Apple. E não era pra menos, ele nasceu para o palco, para os holofotes.
É triste saber que sua ausência ontem não foi temporária. Ele não retornará para anunciar um iPhone 5 ou qualquer outro, e isto pode significar um grande período de estagnação nas inovações tecnológicas de um futuro próximo. Lamentável.
Eu não sou um usuário Apple. Mas neste momento escrevo este post em um tablet, o tipo de aparelho revolucionário que Jobs ajudou a popularizar.

image

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: