Vão-se as mãos, ficam as idéias!

O cartunista sírio Ali Ferzat, ferrenho crítico de regimes árabes violentos e corruptos, foi sequestrado e espancado na última quinta-feira por um grupo de homens encapuzados.
Disseram que o passeio era “só um aviso”, e quebraram-lhe as mãos para impedi-lo de continuar a desenhar.

Ali-Ferzat

Ter sobrevivido já foi uma épico, afinal ele é um velhinho de 60 anos. Mas ficou por isto mesmo, adepto da trollagem, ainda no hospital ele mandou a seguinte mensagem aos raptores:

AliFerzatcartum

HAHA! Nem doeu!

Preparem-se para mais uma enxurrada de memes.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: