Filme: Teste de Elenco

fondo-teste1Já a algum tempo venho acompanhando o trabalho do “Anões em Chamas”, primeiro em seu canal no Youtube e depois no site do grupo.
Devo confessar que gosto bastante, embora tenha críticas bem ásperas sobre alguns de seus filmes.

Variando do humor top de linha, ao tosqueira estilo “Mundo Canibal”, o anões passeia tranquilamente por estilos variados, e costuma experimentar (e apresentar) de tudo. Nos últimos dias inclusive eles vem sendo bombardeados constantemente com críticas do tipo: “Ah, tá faltando pouco para ficar igual ao Zorra”, mas eu no lugar deles não me importaria.

Eu não sei se esta turma do anões tem algo maior em mente (além de ganhar dinheiro como eles dizem), mas o fato é que eles experimentam muito. E não tem vergonha de mostrar nada. Assim resolveram que os quadros de apenas alguns minutos era pouco, e resolveram fazer logo um filme longa metragem. O primeiro brasileiro a estrear exclusivamente na internet segundo seus idealizadores. E o resultado final embora não seja perfeito, diverte e é recompensador.

No filme, Fábio é um diretor de cinema que procura desesperadamente uma atriz para encenar seu filme. A história se passa quando Letícia, uma garota pra lá de sem noção e que “se designou a ser atriz” resolve fazer o teste. O filme se passa durante a entrevista que Fábio faz com Letícia, o diretor cansado (que já entrevistou mais de 80 segundo ele) e a aspirante a atriz, que vai fazer de quase tudo para conseguir o papel.

Contando apenas com um único cenário, o filme se segura praticamente nos diálogos, cortando aqui e ali para alguma cena mais agitada (e dispensável algumas vezes, como na cena do filtro).
E se fosse assim do início ao fim, poderia até se tornar muito cansativo, mas devido a uma grande sacada da direção, a estética do filme foi concebida de forma que, cada um dos personagens fosse interpretado por diferentes atores e atrizes.
Assim, embora se perceba que Talita Werneck é a atriz principal, bem no meio da ação, vamos vendo outras atrizes se intercalando nas falas (e mais para o final também o diretor) e dando características únicas para Letícia.
E elas não a interpretam da mesma forma, antes o contrário. Apesar da essência ser a mesma para ambas, cada uma dá uma temperada a seu gosto na personagem, podendo inclusive haver discordância entre elas. Por exemplo, cada uma leu o texto até uma determinada página, e na confusão que ocorre no meio do segundo ato (não revelarei o que é), algumas ficarão indignadas, mas pelo menos uma vai achar até bom, pois lê muito mal.

Como disse, a partir do segundo ato, o ator que interpreta Fábio também começa a sofrer mutação, e embora o truque tenha funcionado de forma bastante orgânica com o time feminino, o time masculino pisa feio na bola, chegando a incomodar. E é ai, que o filme perde muitos pontos.
Não senti empatia com nenhum dos atores exceto Fabio Porchat, e no finalzinho o Silvio Matos. Os outros são de mediano a ruins, especialmente Tiago Rota que, se faz sucesso como Augusto, o ator brechiniano disléxico (outro quadro do Anões em chamas), aqui fica difícil de assistir. Se foi intencional do diretor a “ruindade” dos atores (pense nisso depois de assistir) eu não sei, mas ficou mal feito de qualquer forma.

Cheio de ótimas tiradas, e auto-referências, o filme fica mais engraçado se você conhece pelo menos alguns quadros e participantes do Anões em Chamas, por exemplo Letícia Lima é o nome de uma das atrizes (é ela que lê mal), e ela é namorada do Diretor Ian SBF. Já fez vários quadros no site, especialmente o recomendável “Amanda” (sou fã inclusive dos dois três “Ps” da Amanda).
E Fábio logicamente é inspirado no Porchat que interpreta primeiro o diretor.
SBF, o nome do diretor de verdade, é a sigla citada por Fábio como seu pseudônimo, caso um dia filmasse um filme gay.

Outra coisa interessante de se saber, é sobre a famigerada cena 23, a cena do teste. Ela faz parte de um curta, o primeiro da parceria entre Ian e Fábio, e se chama “O Lobinho Nunca Mente”, muito bom, assista aqui.

Enfim, o filme é bom? Sim, muito bom e vale a pena assistir! Eu pagaria feliz inclusive para ver. Embora tenha seus problemas é bem acima da média.

Nota 4 em 5!

Assista agora!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: