CES 2011– Uma enxurrada de tabuinhas

xoomJá se foi o ano velho e mais sete dias de janeiro. O tempo está passando rápido.
E eu ainda estou meio sem assunto pois trabalhei muito estes dias, esgotando um pouco mais do meu carcomido cérebro.

Porém não posso deixar passar em branco a tecnológica CES 2011, se existir um paraíso nerd no céu, será exatamente como é lá em Las Vegas. A CES mostra mais que o seu futuro, ela mostra o futuro do seu bolso, ou para onde irá nos próximos meses o seu rico dinheirinho.
Um lida rápida nas notícias de hoje e já descobri pelo menos dois aparelhos que “terei” que comprar, o novo Motorola Atrix, e o queridinho da imprensa hoje, o Motorola Xoom (como se pronuncia isto? zoom?) (yes im a bitch, vou comprar um motorola de novo). Ainda bem que não comprei um SmartQ de natal pra mim!

Mas cá pra nós, acho que as empresas estão indo um pouco longe demais nos lançamentos. Só a ASUS mostrou quatro modelos de tablets, com características que poderiam muito bem ser condensadas em dois modelos apenas. Logo o mercado vai ter tantos modelos de tablets quanto de celulares.
É bom por um lado pois você terá mais escolhas, mas ruim por outro, pois a fragmentação compromete a dedicação.

Uma pequena lista do que eu vi hoje:

AOC:
Um aparelho sem nome ainda

ACER:
Iconia Tab A500

ASUS:
EEE Pad MeMO
EEE Pad Transformer
EEE Pad Slider
EEE Slate (com windows 7)

RIM:
Blackberry PlayBook

DELL:
Streak 7”

MICROSOFT:
Surface 2

MOTOROLA:
Xoom

RAZER:
Switchblade

VISIO:
VIA Tablet

E pelo visto não para por ai. A Microsoft anunciou que em breve, finalmente teremos o WinFS o Windows 8 rodando também na arquitetura ARM, e isto é uma grande notícia, se realmente vier a acontecer.
Não entendo a estratégia deles, se já tem o Windows Phone 7, porque não trabalhar um pouquinho o sistema como fez o Google com o Android Honeycomb, para torna-lo mais “tablet-friend”?
Estão perdendo a crista da onda. Ou não, talvez estejam esperando a poeira baixar para vir com um produto matador e revolucionário que irá canibalizar os concorrentes que já estarão velhos no mercado. Como “era” para ter acontecido com o Windows Phone 7.

Veremos.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: