A insustentável beleza da guerra

Ontem, dia 26 de Março de 2010 um grande contingente de professores paulistanos se reuniu em frente ao Palácio dos Bandeirantes reivindicando melhores condições de trabalho. Foram recebidos a bomba de gas, spray de pimenta e cassetetes.

Esta é a forma do governo José Serra de lidar com os seus funcionários. Nada de conversa, nada de negociação. Está insatisfeito, vai para o pau-de-arara. E no futuro, alguns destes manifestantes ainda irão ter “ficha suja”, passível de ser utilizada contra eles caso se candidatem a alguma coisa.
Agora imagine uma empresa privada onde os seguranças fizessem o mesmo com funcionários em greve, que tipo de punição seria devida?

Mas não quero falar de política ainda, e sim de uma imagem que está correndo a internet hoje. Uma imagem captada em meio a guerra que se transformou a manifestação dos professores, quando o governador mandou soltar os cachorros sobre eles.

No meio da multidão, da fumaça e dos gritos, um policial ferido e um professor. Dois lados de uma pequena guerra, gerando uma imagem belíssima que só uma guerra é capaz de proporcionar.

A foto é do fotógrafo Clayton de Souza:

guerra-em-saopaulo

Anúncios

3 Responses to A insustentável beleza da guerra

  1. Charles disse:

    Puxa! Também achei esta foto excelente!!! Muito significativa!

  2. Rodolpho disse:

    Não é um professor,é um policial a paisana.Pesquise antes de divulgar.
    que eles façam greve,tudo bem ,é um direito legítimo,mas sem ferrar com a cidade toda como andam fazendo,e nossas crianças nada aprendem,nem a fazer greve.
    antes de me xingarem,não sou a favor do Serra.
    Parabens pelo blog,muito bom.
    abraço

    • TonyWalker disse:

      Rodolpho, como você pode perceber a postagem foi feita no dia 27 no horário do almoço, quando as informações divulgadas ainda eram de que o homem na foto era um professor.
      Informações sobre a verdadeira identidade dele só foram divulgadas mesmo no fim daquele dia, e sinceramente eu não havia visto nada a repeito ou teria publicado aqui uma nota de esclarecimento, o que farei mais tarde quando tiver informações concretas pois ainda restam dúvidas sobre a identidade do homem.
      Embora a polícia diga que trata-se de um policial a paisana, ele estava usando barba, o que não é comum nos policiais. Outra teoria era de que ele seria da polícia secreta, mas o que ele estaria fazendo ali infiltrado em um movimento social?
      Só passei a acreditar que não era um professor porque, caso fosse, ele já estaria na TV dando entrevista.
      De qualquer forma nada disto invalida a beleza da foto que no fim das contas era o foco do post.
      Quanto a greve, veja bem. Eu sei que é chato quando um movimento deste tipo atrapalha a vida das pessoas, mas infelizmente chega uma hora que o trabalhador tem que lutar por seus direitos. Você acha que colocar uma fitinha preta no braço como fazem no Japão iria fazer alguma diferença em São Paulo?
      Obrigado pelos elogios, e não se preocupe se for eleitor do Serra! Eu nunca te xingaria por isto, apenas bloquearia o seu IP para nunca mais entrar aqui heheh 😉

%d blogueiros gostam disto: