Viciado em Big Brother. Mas não aquele…

Não aquele lixo televisivo exibido pela Globo, que mesmo fazendo um esforço hercúleo para não acompanhar, acaba invadindo meu centro de captação de informações (vulgo zóio+zoreia), através de todo tipo de mídia como jornal, rádio e logicamente a TV.

Sempre que vejo uma informação qualquer sobre o tal programeco mudo de canal, de estação, de página, de universo, etc... Mas não tem como, acabo tendo que admitir que sei o nome de pelo menos uns três participantes, acredito que são os que vem fazendo mais sucesso devido provavelmente a algum tipo de comportamento idiota.

Mas o Big Brother que me vicia é outro, é aquele em que eu sou efetivamente o grande irmão, o observador. Explico. Câmeras de segurança! Tão normais nos dias de hoje, é difícil haver uma empresa de médio porte para cima que não tenhas as suas.
O medo de assalto fez com que esta modalidade de segurança crescesse muito e, o barateamento das peças colocou os dispositivos ao alcance de praticamente qualquer mão. Um bom sistema hoje com 8 câmeras e um StandAlone que grava num HD de 500GB mais de 15 dias de vídeo custa ai por volta de 5.000,00 com Nobreak.
Uma pechincha para empresas, condomínios e pessoas com mania de perseguição.

Agora vamos concordar que é absolutamente inútil. Sim meu amigo, você que gastou esta nota para proteger seu lar saiba que gastou dinheiro atoa, pois se você acha que aquela carinha amarela escrito “Sorria, você está sendo filmado” vai afastar a bandidagem pense de novo:
– Ladrões, (quando sabem ler) geralmente estão tão nervosos com o ato em si que dificilmente irão prestar atenção na carinha sorridente.
– Uma vez que a virem (e entenderem o que significa) dificilmente irão dar meia volta e ir embora. Se já fui flagrado foda-se, vou barbarizar e aparecer no Fantástico.
– Se planejaram antecipadamente o assalto (ex: ex-funcionários, vizinhos invejosos, cunhados e etc…) muito provavelmente vão incluir nos planos o desligamento das câmeras e/ou inutilização do sistema (não são fãs do Fantástico).t_24760860_1

Ou seja, este sistema só serve mesmo para você saber como é a cara do sujeito que levou sua grana. Pois mesmo quando a polícia tem o nome e o endereço do caboclo dificilmente ela prende! Imagina tendo apenas uma imagem borrada com 320x240pixel de tamanho.

Mas nem tudo está perdido. Câmeras de segurança podem garantir bastante distração. Você pode observar as ruas próximas das câmeras, saber como anda o movimento em determinado local da cidade, saber se está chovendo, como anda o transito, etc… Nos condomínios você pode saber quem é o moleque que anda arranhando os carros, ou quem bateu na coluna quase derrubando o prédio. Ou ainda simplesmente observar indiscriminadamente sem esperar nada em troca.

As câmeras que mais gosto são as que ficam do lado de fora dos prédios, pois você vê as pessoas fazendo na rua, coisas que elas não fariam se soubessem que estão sendo observadas. As câmeras de tráfego também são uma boa, nunca saio de casa sem dar uma olhada nelas.

Aqui em BH o trânsito é gerenciado pela BHTrans e o site deles possui um sistema beta onde podemos ver algumas das câmeras que fazem o controle do tráfego (clique aqui para ver). As imagens são atualizadas apenas um vez por minuto, mas informam bem quantos quilômetros de congestionamento vamos topar ao sair de casa.

Não é doença, não é magia é tecnologia!!!

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: