Jaqueta Zebra Race Track

Desde a compra de minha primeira moto, sempre procurei andar razoavelmente protegido, e isto já salvou minha pele inúmeras vezes/quedas. Capacete lógico é obrigatório, evito até subir na moto sem ele, sempre piloto de calça comprida sendo o jeans ou brim meus tipos preferidos e um bom sapato.

Jaqueta já tive várias, a primeira e melhor de todas era uma bem vagaba comprada no Barro Preto, um bairro point de moda aqui em BH, deve ter custado uns R$ 70,00 e tinha como vantagem esquentar no frio e manter a temperatura amena no calor. Além disso esta jaqueta tinha um protetor no pescoço excelente e não apresentava praticamente nenhuma resistência ao vento. Quando tomei meu primeiro tombo ela arranhou um pouquinho no braço direito mas estava imperceptível, só que se sujou bastante. Sei lá que mongolóidisse me deu na cabeça que coloquei a jaqueta dentro da máquina de lavar, e ai foi o fim. Virou uma bola de linhas de náilon investível.

Depois deste trauma, comprei uma de couro marrom muito bonita, deve ter custado uns R$ 100,00 e também se mostrou vagabunda, depois de uns 6 meses de uso diário, o dito couro começou a descascar e virou um lixo.

Resolvi que queria uma outra de couro e fui comprar desta vez numa loja melhorzinha no shopping center e deve ter custado uns R$ 180,00.
A jaqueta é muito bonita, preta, fechada até o pescoço protegendo bastante e fica muito bem em mim. Também se mostrou bem resistente. Já tendo mais de um ano de uso e já tomei várias chuvas com ela e até hoje não estragou, embora fique totalmente encharcada.
O acabamento é perfeito, sem costuras fracas e tortas (eu tenho olho clínico para isto pois meu pai é alfaiate e me acostumei a comprar roupas com ele sempre me mostrando os pequenos detalhes).
Mas como nem tudo é perfeito, esta jaqueta tem alguns problemas, além de encharcar na chuva, o pior deles é o fato de que o couro dela por algum motivo que não entendo apresenta muita resistência ao ar, e caso eu esteja sem luvas ou sem a mochila ela infla pelas mangas (que não possuem velcro) e se transforma em um balão.

Para terem uma idéia, uma vez fiz uma medição e num trecho onde a moto fazia 120KM/h facilmente sem a jaqueta, com ela era difícil chegar a mais de 100KM/h. Era como ter um pára-quedas preso nas costas.

Além de perigoso, pois pode alterar a trajetória da moto em caso de vento forte, isto acaba fazendo com que o consumo do combustível aumente devido a força maior que a moto deve fazer para vencer o ar, e assim mesmo com o coração partido pois gosto muito desta jaqueta resolvi investir em um novo modelo, próprio para uso de motociclistas e com tudo que tenho direito.

A princípio visitei algumas lojas online para ver o que havia de bom no mercado. Bom o que devo dizer é que aquele que não visitou uma loja destas se assusta um pouco no início. As roupas de boa qualidade são muito, muito caras.
Uma jaqueta de alta qualidade pode custar até mais de R$ 3000,00!

Procurei, procurei e achei um modelo excelente da Alpinestars modelo Del Mar que além de possuir todos estes requisitos é muito bonita. O preço era de R$ 429,00 mas estava saindo por R$ 350,00, bem dentro do meu orçamento.
Só que ai esbarrei num problemão, o meu tipo físico.

Comprar roupas para mim sempre é uma tortura, sou alto e magro, uma combinação fatal para mangas e pernas das roupas. É que quando uma roupa serve bem no corpo fica curta nas mangas e quando serve bem nas mangas fica larga no corpo. Sendo assim não poderia comprar online, teria que ir até a loja e experimentar qual ficaria bem em mim.

Próximo a minha casa tem uma loja de peças e roupas para motociclistas e resolvi passar lá para ver as marcas disponíveis, e foi lá que encontrei o modelo que acabei comprando, uma Zebra Race Track por R$ 330 de 3X.

A jaqueta é bem completa, tem proteção no ombros, cotovelos, antebraços e costas. Embora seja de um material menos denso que a Alpinestars (náilon 500D na Zebra e 600D na Alpine) ele aparenta ser muito resistente e tem três anos de garantia.
Também possui os bolsos bem protegidos e um colete interno removível para ser usado durante o frio, coisa que a Alpinestars não tem. Um detalhe curioso é um gigantesco bolso traseiro para luvas mas que cabe até minha calça de chuva, celular, óculos e carteira.
A resistência ao ar é mínima e o vento passa por você de forma bastante agradável, diminuindo inclusive a fadiga ao pilotar longos períodos.

racetrack_CzJaqueta Zebra Race Track – A minha é Preta e Azul

O sistema de impermeabilidade da Zebra é chamado de NoRain, e pode ser de três tipos, PLUS a mais fraquinha para chuviscos e pequenos passeios, HIGHT para viagens longas com chuva moderada e MAX para chuva e frio fortes e viagens longas. A minha jaqueta está equipada com o sistema HIGHT que é suficiente para mim.

O sistema é bem simples, entre a parte externa da jaqueta (o náilon) e a interna (que pode ser uma telinha anti-transpirante ou o colete de frio) está uma camada de material emborrachado que impede a água de passar. No início fiquei contrariado pois a parte de fora da jaqueta fica bem molhada, mas realmente a água não entra e o náilon seca rápido. Usei-a durante uma chuva moderada e ela foi perfeita, mesmo pingando água demorou mais ou menos uma hora para secar na parte externa.

O único inconveniente que encontrei e acho que é comum a toda jaqueta deste tipo é que ela é muito pesada e dura, uma verdadeira armadura de pano. Vestida no corpo é perfeita e dá muita segurança, mas para carregar é um trambolho. Também este modelo não tem respiradouros com zíper e durante o calor, além de remover o colete interno é bom abrir um pouco na parte do pescoço ao pegar trânsito pesado. É uma jaqueta perfeita para viajar, mas na cidade esquenta um pouco.

Enfim, estou bem satisfeito. Pretendo fazer uma viagem de mais ou menos 1600KM ida e volta para o norte de minas e fiquei muito feliz de possuir uma jaqueta que me dará conforto e segurança durante esta viajem.

Abaixo mais alguns detalhes (retirados do site Impacto Motos):

jaq_zebra_racetrack07_az Modelo
– Jaqueta masculina curta;

Proteção
– Protetores para os cotovelos, ombros e costas;
– Tecido externo com alta resistência à abrasão;
– Material refletivo na frente e nas costas;
– Detalhes de acabamento valorizando a combinação de cores sem perder o reforço de proteção;

Impermeabilidade
– Tecnologia NoRain- HIGH;
– Membrana interna que impede a passagem da chuva mas permite a passagem de ar;
– Lapela interna no zíper frontal, máxima proteção contra chuva e vento;

Conforto
– Tecido de forro telado, facilitando a passagem de ar;
– Forro removível com manta térmica de manga comprida, protege contra o frio, de fácil remoção e colocação, com bolso grande;
– Tecido elástico em locais específicos garantindo liberdade de movimentos;
– Gola mais alta com tecido macio, conforto no vestir e maior proteção contra o vento;
– Peso final do produto é leve em comparação a concorrência;

Modelagem
– Modelagem ergonômica mais conforto na posição de pilotagem;
– Puxadores anatômicos nos punhos, gola, zíper frontal e ajustes laterais;

Multi-Funções
– Bolso para luvas;
– Bolsos frontais ergonômicos;
– Bolso grande no forro da jaqueta;
– Bolso interno para documentos;
– Bolsos de protetores de fácil acesso possibilitando o uso da jaqueta com ou sem proteção;
– Bolsos de protetores adequadamente projetados para evitar o deslocamento dos mesmos num momento de colisão;
– Ajuste de tamanho na cintura, punhos, braços e gola;
– Zíper para acoplar jaqueta e calça.

Minha nota para o produto é 4,5 em 5. E recomendo.

Anúncios

5 Responses to Jaqueta Zebra Race Track

  1. Charles Mendes disse:

    Legal esta matéria!

    Experimentei uma alpine mas não teve jeito! Minha protuberância abdominal dificultou muito o fechamento do zíper, aí não teve negócio!

    Ano que vem vou retomar o interesse pela compra, pois pretendo adquirir uma CB-300R que aqui em Sampa tá em promoção. Aí vou precisar de uma!

    Por enquanto encaro dias frios com minha jaqueta de couro e o seu “efeito balão” que pelo jeito não ocorre só comigo!

    Abraços!

    • TonyWalker disse:

      😀 hahaha o problema do calombo abdominal é complicado mesmo.
      Esta Zebra tem uma espécie de cinta nas laterais com velcro, que você pode deixar solta para fechar a jaqueta e uma vez fechada você reaperta para ajustar na sua cintura.

  2. […] a moto no guidom, já que agora não há mais a ação do vento interferindo nos meus braços, e o efeito balão causado por jaquetas de couro diminui […]

  3. […] você quer chamar atenção, pode usar uma bela Alpinestars, (ou uma Zebra como eu) mas se você quer efetivamente parar o trânsito, e provar que a força está com você, tem […]

%d blogueiros gostam disto: