Você traiu o movimento Open Source Véio!

Abaixo uma transcrição da conversa que tive com um antigo usuário do Kurumin Games. Troquei o nome do coleguinha para não causar nenhum constrangimento.
O Kurumin Games era um projeto pessoal que eu iniciei apenas como diversão. Depois ficou mais sério e quase se tornou comercial. No entanto a falta de colaboração e o surgimento de novas oportunidades acabaram matando o projeto.

Considero que o Kurumin Games foi o pontapé inicial para a minha atual estabilidade financeira, pois através dele conheci muitos dos meus atuais clientes.

Apesar de atualmente na minha vida não estar engajado em nenhuma comunidade Open Source sempre dou uns pitacos, e tenho sim computadores em casa rodando o pinguim embora nenhum deles seja meu desktop principal. Estou usando o Seven RC que acredito vai explodir no mercado no fim do ano e quero estar bem preparado para instalar e configurar esta nova versão do Windows, assim como foi com o XP, o Vista, o Kurumin e outros….

dado

Recebo um pedido no MSN para adicionar um novo contato e aceito.

  • Antônio – Fala cara!
  • Felipe – Oi! Desculpa mas vc e tonywalker do kurumin games?
  • Antônio – Sim! SOU EU! 😀
  • Felipe – Putz! O que aconteceu cara?
  • Antônio – :S Não tô sabendo! Seria um avião da air france que caiu no mar? hauahaha
  • Felipe – huchachauhcha não, eu to falando do Kurumin Games o que aconteceu?
  • Antônio – Móóórreu! Não tá sabendo?
  • Felipe – Eu vi seu blog na internet vc so fala de Windows agora!!!
  • Antônio – Não entendi??! Qual é o problema?
  • Felipe – Velho, eu comprei o KG uma vez na sua mao, nao sei se voe lembra. eu busquei na sua casa e levei o cd virgem, meu nome é Felipe. Era perfeito veio!
  • Antônio – mmm :S não tem como eu lembrar muita gente pegou o cd comigo.
  • Felipe – entao eo pegieo cd com vc e comentei que morava em contagem e tals.
  • Antônio – 😀 Você comprou ou você levou um CD virgem para eu gravar para você?
  • Felipe – 😀 so levei o CD. Tá lembrado?
  • Antônio – 😀 Não huahaha porque deveria se você não me pagou nem uma cerva! 😀
  • Felipe – hehehe ta tudo bem, e que achei meio estranho depois de ganahar tanto dinheiro com o linux voce começar a falar apenas de windows! 😀 huchahcuhahchah
  • Antônio – Hahahaha!! Tanto dinheiro??
  • Felipe – Fala verdade se nao fosse lucrativo vc nao tinha continuado tanto tempo!
  • Antônio – Se fosse lucrativo eu não tinha sartado fora HAHAHAHA!
  • Felipe – Uhchahchacha ta mas algum vc levou ne?
  • Antônio – Sim, mas meu lucro veio de outra forma. Eu trabalho com manutenção, não sou desenvolvedor Linux nem programador. O KGames ajudou a alavancar meu trabalho, mas nunca foi uma fonte de renda direta. As pessoas vinham, levavam um CD com o programa e um cartão para quando precisassem de um técnico me darem a preferência.
  • Felipe – mas se ajudava vc a ter mais visibilidade pq vc parou com o KG??? vou confessar que ele era perfeito para mim!
  • Antônio – 😀 Posso ser totalmente honesto? Você não vai se ofender?
  • Felipe – claro, eu ate imagino 😀
  • Antônio – Bom, quando você buscou o Kurumin Games comigo, eu não me lembro bem como foi, mas falando sério quanto você me pagou?
  • Felipe – 😀 já falei "0" só levei o CD.
  • Antônio – Então? Como um produto que dá zero de lucro pode sustentar uma família?
  • Felipe – sim mas vc ganhou muitos clientes com isto. e pelo que eu fiquei sabendo vc teve varias propostas para capitalizar com o KG.
  • Antônio – Sim, mas eu teria que entrar em uma área que não tem nada a ver comigo!
  • Felipe – como assim?
  • Antônio – Eu não queria me aprofundar no assunto como desenvolvedor. Eu me diverti muito e também aprendi muito, mas acabou nisso.
  • Antônio – Se as pessoas tivessem colaborado mais até mesmo no desenvolvimento do sistema talvez eu tivesse continuado, mas isto não aconteceu. Sem ofensa, mas as pessoas só queriam baixar e usar.
  • Felipe – Mas você se divertia fazendo pq nao continuou???
  • Antônio – Porque como todo ser humano adulto e quase casado eu precisava por comida na mesa! Para continuar teria que dedicar mais tempo ao projeto, e para dedicar mais tempo teria que arrumar uma forma mais agressiva de ganhar dinheiro com ele o que não iria agradar a muitos. Daí apareceu o senador….
  • Felipe – huchahchah cara vc é uma piada. pq nao iria agradar a muitos?
  • Antônio – Porque muitas pessoas se sentem ofendidas comprando Software livre, elas não se importam como o programador/desenvolvedor vai viver, elas só querem satisfazer suas necessidades e acham que porque é livre tem que ser distribuído de graça. Outras que sabem bem como ganhar dinheiro com o SL, mas não se importam muito em ajudar os próprios projetos dos quais eles se aproveitam. Vide alguns sites de download.
  • Felipe – Mas vc pediu ajuda a comunidade? Ou até mesmo ao Carlos Morimoto?
  • Antônio – Sim, pedi ajuda da comunidade e ela não veio. Quanto ao Morimoto, ele já fazia o Kurumin! Eu é que devia dar a ajuda a ele e não o contrário. E Frack! Se eu sei trabalhar porque vou ficar no semáforo pedindo esmola? Quem deu a ajuda mais substancial foi o PSL-PR que forneceu o servidor para o site, o resto….
  • Felipe – sei nao cara, eu posso ser sincero tambem ne? Ta parecendo que vc ta sendo um pouco rancoroso?
  • Antônio – Nem se trata disso colega, não estou julgado ninguém não! Só não foi o modelo mais atraente para mim. Tem gente que gosta de viver de pageviews eu preciso comer 😀 e bem!
  • Felipe – eu fiquei mei o desapontado com o fim do KG. ja estava ate usando ele ocmo meu sistema principal e tudo. e dai o projeto acaba assim sem mais nem menos.
  • Antônio – Haahaha só faltou vc falar que eu traí o movimento véio! 😀
  • Felipe – huhchachahca mas foi meio isto mesmo ne nao?
  • Antônio – Mas porque então não deu aquela colaborada gostosa com o projeto? 😉
  • Felipe – huhchahahcha bem que eu queria se tivesse grana.
  • Antônio – Dinheiro não é tudo. Você mandou algum e-mail com pelo menos nomes de jogos que você gostaria que fossem incluídos na distro?
  • Felipe – e nao, mas eu estava satisfeito como ele era por isto nunca mandei feedback
  • Antônio – Feedback positivo também é feedback! 😉
  • Antônio – Olha, muitas coisas foram decisivas quando abandonei o projeto. Eu cheguei a falar com minha esposa para montar um plano de negócios para mim e até acredito que daria certo se eu tivesse levado a frente, mas preferi seguir outro caminho. Recebi uma proposta e escolhi entre algo que me daria um bom lucro a curto prazo e outro que “poderia” me dar um bom lucro a longo prazo.
  • Felipe – mas e as pessoas que usavam o KG?
  • Antônio – Bem, sempre deixei bem claro 3 coisas na EULA(?) do KGames:
  • Antônio – 1- Não sou programador nem desenvolvedor Linux. Não sou especialista também.
  • Antônio – 2- O KGames é um projeto pessoal, que compartilho com a comunidade, e é baseado no projeto de outra pessoa no caso o Kurumin do Carlos Morimoto, ou seja se o Kurumin acaba ou muda de tal forma que eu não posso mais personalizá-lo não tem sentido continuar com o KGames.
  • Antônio – 3- O KGames não é uma distro do tipo Desktop, embora pudesse ser utilizado como tal ela era na verdade feita para jogar, e do CD. Acabou o Jogo, tira o CD e roda seu Linux/Windows preferido.
  • Felipe – sim, mas vc tem conciencia de quantas pessoas usaram ou usam como seu sistema principal? eu vi uma loja em bh que vendia computadores com o KG instalado como e que ficaou este povo todo depois do fim?
  • Antônio – Poucas pessoas usaram como SO principal. Pelo nº de downloads dos updates eu pude constatar isto. E esta mesma loja que você fala, nunca me deu um centavo de incentivo, porque eu deveria me preocupar com ela?
  • Felipe – ta nao digo com a loja msa com os usuarios que nem sabem quem desenvolvia o KG. O KG era sim um otimo exemplo de linux para ser usado no lugar do Windws ao inves destes que tem por ai como o satux linux por exemplo.
  • Antônio – Hahahaa, este Satux é uma lenda mesmo, mas colega, não se engane. A (NOME DA LOJA) só iniciou a instalação do KGames e outros sabores de Linux nos seus computadores por dois motivos> Um que tomaram uma traulitada quando ao MS descobriu que eles estavam vendendo PCs com Windows Pirated Edition, e outra que vendendo com Linux depois ganhavam mais uma grana mandando um técnico ir na casa da pessoa instalar o Pirated Edition no lugar do KGames sem comprometer a loja.
  • Felipe – serio?
  • Antônio – Assim me disse alguem de lá de dentro. Mas se tivessem feito algo pelo projeto e levado ele a sério, eu até que animaria desenvolver uma versão melhor do KGames, mais amigável, funcional e etc… infelizmente como a maioria só queriam montar.
  • Felipe – e foda.
  • Felipe – mas pq voce agora so usa Windows? Vi que esta usando o Seven Beta ate no seu notebook EEEPC que bem com linux! que erezia! Huachchahchaha.
  • Antônio – Sim, na verdade posso diser que meu computador desktop não tem muita serventia para mim. Trabalho mais com o Smartphone e agora com o EEEPC. Eu passo praticamente o dia todo fora de casa, e quando sento em frente ao meu PC é só mesmo para baixar alguma coisa ou mesmo para sincronizar o Smart, fazer backup, etc…
  • Felipe – mas tudo isto da para fazer no Linux. 😀 nao entendo por exemplo porqei vc instalou o Windows no EEEPC.
  • Antônio – Nada demais, só pra testar mesmo. 😀 gosto de novidades. Embora não tenha descrito no blog também testei várias distribuições Linux no EEEPC. Inclusive a Ubuntu Netbook Remix que não funcionou 😛
  • Antônio – O fato é que trabalhando num mundo onde 99% dos meus clientes usa Windows, fica difícil usar o Linux no dia a dia. E te digo mais, e desta você vai gostar o Linux é uma cachaça, se eu instalar no PC e começar a fuçar no troço é duro de parar. Por isto uso ele só nas férias. 😀
  • Felipe – huchachachacha entendi cara mesmo assim, eu tinha uma esperança de sair um novo kg.
  • Antônio – Bem tem as versões secretas que nunca liberei: KGames Black Market Edition, e Virtual Machine Experiments, a primeira é só com jogos piratas já instalados e funcionando no Cedega, inclusive vários emuladores com as ROMS já instaladas.
  • Antônio – E a VME é composta de um DVD de 8GB com duas máquinas virtuais já instaladas dentro: um MAC OSX e um Windows XP para você rodar os jogos dos dois sistemas 😀
  • Felipe – caraleo! como faço para pegar estes com vc??? Se eu levar o DVD vc grava para mim!?
  • Antônio – HAUHAHAHAHAH é mentira, to tirando onda com sua cara! Ta vendo, nem com as versões black special o usuário colabora em dinheiro, lá vem vc com CDzinho de novo HUAHHAHA
  • Felipe – 😛 sacaniou ai nao vale.
  • Antônio – HUAHHAHA vou ter que fazer um post no blog com nossa conversa.
  • Felipe – 😛 faz isto nao!
  • Antônio – Olha, o KGames morreu mesmo. Mas se eu resolver algum dia te aviso.
  • Felipe – Ta bom não desiste nao! Se eu tivesse dinheiro eu juro que te dava um incentivo.
  • Antônio – Na época eu tava aceitando qualquer 1 reial!
  • Felipe – hehehe
  • Felipe – te mais
  • Antônio – Até!
Anúncios

2 Responses to Você traiu o movimento Open Source Véio!

  1. Neto Mussauer disse:

    hahahahahaha mas vc esqueceu de um detalhe, que pro seu beta-tester oficial vc mandou a clássica versão Kill Then All que não foi lançada, esqueceu né mineiro????

    kkkkkk abraços

  2. TonyWalker disse:

    É verdade Palmeirense! Eu esqueci huhahaha!

%d blogueiros gostam disto: